Envio de Materiais de Apoio – Workshop de Aprendizagem Intercultural

O workshop “Aprendizagem ou choque intercultural” decorreu no dia 20 de maio, na Casa do Território numa iniciativa da associação juvenil YUPI, em parceria com a Divisão de Educação. Este trabalho de grupo que envolveu educadores e responsáveis na área da educação (escolas, organizações, gabinetes de educação de urbanizações sociais, professores) possibilitou compreender as principais preocupações, desafios e potenciais oportunidades de aprendizagem, muitas vezes descuradas no contacto entre diferentes culturas. Atendendo a que, em Vila Nova de Famalicão, estão inscritos, nas entidades de ensino básico até ao ensino superior, um número que ultrapassa a centena de jovens com diferentes nacionalidades (estudo realizado pela YUPI no ano letivo de 2014/2015), este foi o primeiro momento de um programa mais ambicioso que pretende criar reflexão e uma educação mais inclusiva em Vila Nova de Famalicão. Com o crescente número de programas de mobilidade para jovens em contexto escolar, é interessante a partilha de metodologias e capacitação de professores e educadores para uma verdadeira cidadania global, afastada de preconceitos “fáceis” e que podem até colocar em causa os objetivos de respeito pela diferença que os próprios programas comunitários ambicionam.

Assim, vimos por este meio enviar, em anexo, a apresentação power point, bem como o link para o manual de dinâmicas para trabalhar as questões de direitos humanos promovido pelo Conselho da Europa:

http://www.dhnet.org.br/educar/mundo/portugal/farol/index.htm

 

Workshop Aprendizagem ou Choque Intercultural na Escola – alteração de data inicial para 20_maio_2015

15

 Sabia que a comunidade escolar (ensino básico a universitário) em Vila Nova de Famalicão acolhem mais de 120 jovens de nacionalidades?

Será que esta riqueza intercultural está a ser “aproveitada” pelas escolas? Ou pelo contrário, temos em mãos uma dificuldade de integração e

entendimento entre diferentes culturas, originando um reforço de estereótipos e discriminação?

 No âmbito da quinzena de Educação de Vila Nova de Famalicão dinamizada pelo Pelouro da Educação, a associação juvenil YUPI propõe um

Workshop inovador e de reflexão por parte de todos os interessados na verdadeira “escola inclusiva” e por uma aprendizagem

intercultural que eduque cidadãos mais tolerantes e respeitadores da diferença.

 WORKSHOP “APRENDIZAGEM OU CHOQUE INTERCULTURAL NAS ESCOLAS”

20 de maio, 15h às 17.30h, na Casa do Território

 Pela sua experiência na área da aprendizagem intercultural, a YUPI em parceria com o Pelouro da Educação, promovem um workshop que tem como principais objetivos:

–  Promover o interesse e conhecimento pelas questões da educação intercultural;

– Desenvolvimento de capacidades práticas de implementação de ferramentas e atividades em contexto escolar que apoiem a integração de jovens de diferentes culturas.

 Poderá ainda ter acesso a um Guia Prático de Aprendizagem Intercultural nas escolas de edição da associação YUPI, em primeira mão.

 Público-alvo: comunidade escolar que trabalhe ou esteja interessado em desenvolver competências pessoais e profissionais na área da educação intercultural e apoio à interação

de jovens estudantes de outras culturas

Número máximo de participantes: 20 pessoas

Inscrições online até dia 18/05, através do link: https://docs.google.com/forms/d/1129Y2fFor2HK0iKd-5p7jplKgriVsQl5biLIF9FjURQ/viewform

CSIFAU – WORKSHOP “APRENDIZAGEM OU CHOQUE INTERCULTURAL NAS ESCOLAS”

“Um dia não haverá fronteiras, nem limites, bandeiras ou países e o único passaporte será o nosso coração” – Carlos Santana

 Sabia que a comunidade escolar (ensino básico a universitário) em Vila Nova de Famalicão acolhem mais de 120 jovens de nacionalidades?

 Será que esta riqueza intercultural está a ser “aproveitada” pelas escolas? Ou pelo contrário, temos em mãos uma dificuldade de integração e entendimento entre diferentes culturas, originando um reforço de estereótipos e discriminação?

 No âmbito da quinzena de Educação de Vila Nova de Famalicão dinamizada pelo Pelouro da Educação, a associação juvenil YUPI propõe um workshop inovador e de reflexão por parte de todos os interessados na verdadeira “escola inclusiva” e por uma aprendizagem intercultural que eduque cidadãos mais tolerantes e respeitadores da diferença.

WORKSHOP “APRENDIZAGEM OU CHOQUE INTERCULTURAL NAS ESCOLAS”

29 de Abril, 15h às 17.30h, na Casa do Território

 Pela sua experiência na área da aprendizagem intercultural, a YUPI em parceria com o Pelouro da Educação, promovem um workshop que tem como principais objetivos:

– Promover o interesse e conhecimento pelas questões da educação intercultural;

– Desenvolvimento de capacidades práticas de implementação de ferramentas e atividades em contexto escolar que apoiem a integração de jovens de diferentes culturas.

 Poderá ainda ter acesso a um Guia Prático de Aprendizagem Intercultural nas escolas de edição da associação YUPI, em primeira mão.

Público-alvo:

comunidade escolar que trabalhe ou esteja interessado em desenvolver competências pessoais e profissionais na área da educação intercultural e apoio à interação de jovens estudantes de outras culturas

Número máximo de participantes: 20 pessoas

Inscrições online até dia 27/04, através do link: https://docs.google.com/forms/d/1129Y2fFor2HK0iKd-5p7jplKgriVsQl5biLIF9FjURQ/viewform

Atelier para Dia da Mãe

Vem fazer uma Carteira para a tua Mãe!

O Museu da Indústria Têxtil para comemorar o Dia da Mãe, vai realizar quatro dias de ateliers de Carteiras para as mães.

Serviço Educativo do Museu da Indústria Têxtil irá proporcionar a todos participantes, a possibilidade de elaborarem uma carteira para oferecerem no dia da Mãe.

As carteiras serão construídas com a aplicação de diversos materiais têxteis e de acordo com a imaginação e o engenho de cada jovem.

Dias dos ateliers: 27, 28, 29 e 30 de abril de 2015

Horário: das 10h00 às 11h30

                das 14h30 às 16h00

Público-alvo: 1º e 2º Ciclos; ATL´S, Centros de estudos e de ocupações de tempos livres

Nº Participantes: até 20 jovens por atelier

Inscrição obrigatória e gratuita até dia 24 de Abril para Museu da Industria Têxtil por Email.

Email: geral@museudaindustriatextil.org

Telefone: 252.313.986

image001

Convite Workshop “Aprendizagem ou choque intercultural nas escolas?” 29 Abril, 15h

Cartaz QE2015 V2 ACIE (2)

 

“Um dia não haverá fronteiras, nem limites, bandeiras ou países e o único passaporte será o nosso coração” – Carlos Santana
Sabia que a comunidade escolar (ensino básico a universitário) em Vila Nova de Famalicão acolhe mais de 120 jovens de diferentes nacionalidades?
 
Será que esta riqueza intercultural está a ser “aproveitada” pelas escolas? Ou pelo contrário, temos em mãos uma dificuldade de integração e entendimento entre diferentes culturas, originando um reforço de estereótipos e discriminação?
No âmbito da quinzena de Educação de Vila Nova de Famalicão dinamizada pelo Pelouro da Educação, a associação juvenil YUPI propõe um workshop inovador e de reflexão por parte de todos os interessados na verdadeira “escola inclusiva” e por uma aprendizagem intercultural que eduque cidadãos mais tolerantes e respeitadores da diferença.
WORKSHOP “APRENDIZAGEM OU CHOQUE INTERCULTURAL NAS ESCOLAS”
29 de Abril, 15h às 17.30h, na Casa do Território
Pela sua experiência na área da aprendizagem intercultural, a YUPI em parceria com o Pelouro da Educação, promovem um workshop que tem como principais objetivos:

– Promover o interesse e conhecimento pelas questões da educação intercultural;

– Desenvolvimento de capacidades práticas de implementação de ferramentas e atividades em contexto escolar que apoiem a integração de jovens de diferentes culturas.

Poderá ainda ter acesso a um Guia Prático de Aprendizagem Intercultural nas escolas de edição da associação YUPI, em primeira mão.

Público-alvo: comunidade escola que trabalhe ou esteja interessado em desenvolver competências pessoais e profissionais na área da educação intercultural e apoio à integração de jovens estudantes de outras culturas

Número máximo de participantes: 20 pessoas

Inscrições até 25 de abril, através do link: https://docs.google.com/forms/d/1129Y2fFor2HK0iKd-5p7jplKgriVsQl5biLIF9FjURQ/viewform